Vamos começar?

12 novembro

blogueira do brasil

Eu odeio segundas feiras assim como você, mas adoro começos. Então decidi começar a semana contando aqui o que aconteceu nesses meses que eu fiquei off do blog. A real é que eu não faço ideia de quando minha vida deixou de ser normal e virou essa bagunça desgovernada e completamente imprevisível que é hoje.

Da ultima vez que escrevi aqui para vocês eu estava noiva do cara que eu achava ser o amor da minha vida (spoiler: não era), meu casamento estava marcado para 26 de Maio desse ano, meu vestido pronto, a festa dos sonhos toda planejada e paga. Eu trabalhava com internet (blog, youtube e instagram) e era personal stylist de um artista. Eu estava reformando meu apartamento com o meu ex noivo para morarmos depois de casarmos e morando num apartamento x enquanto isso.

Pois bem, depois do ultimo post que publiquei em Janeiro eu já não tinha mais noivo, nem casamento, nem meu trabalho de personal stylist. Eu estava no meio de uma obra infernal no meu apartamento que tive que tocar completamente sozinha (logo eu, que tinha experiência zero nisso). Eu estava morando num apartamento estranho, num bairro estranho, com pessoas estranhas. Minhas amigas e minha família estavam longe demais para me amparar, me ajudar e me impedirem de surtar com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo.

Eu não conseguia comer, eu não conseguia dormir, eu não conseguia aparecer no meu instagram que dirá gravar vídeos para o youtube. Eu só queria sumir. Meu coração estava despedaçado, eu estava morrendo de vergonha de ter que assumir que me precipitei e fiz merda, de que não teria mais casamento. O engenheiro e os 10 caras que trabalhavam no meu apartamento não me ouviam e eu tive que me exaltar para eles começarem a entender que quem mandava na obra agora era eu. Contas não paravam de chegar. Eu só queria poder voltar no tempo e jamais ter aceitado o pedido de casamento, jamais ter começado a obra no meu apartamento que já era perfeito para mim. Talvez jamais ter saído da casa dos meus pais.

Foram os dois piores meses da minha vida. O inferno só passou quando a muito custo consegui terminar a obra e voltar a morar no meu apartamento - pelo menos ele tinha ficado lindo, do jeitinho que eu queria (mas nada que valesse todo o estresse que passei e todas as coisas erradas que aconteceram no meio do caminho). Eu já estava postando vídeos de novo, tendo que lidar com as dezenas de mensagens que chegavam das seguidoras querendo saber sobre o casamento que eu não falava mais nada, com os ex namorados felizes e satisfeitos me procurando querendo saber o que tinha acontecido e se eu estava solteira de novo. Enfim, quando consegui vencer tudo isso eu tive a certeza de que nada mais me abalaria na vida, que uma nova Fernanda tinha nascido, mais madura, mais calejada, mais forte e menos trouxa.

Em Maio conheci uma pessoa (não me julguem, minha vida amorosa nunca foi e nunca será monótona, por mais que eu não entenda como isso possa acontecer). Ele era um príncipe, um menino de ouro, e mais uma vez achei que pudesse ser o amor da minha vida - ah, pobre libriana iludida! Os três primeiros meses foram ótimos, rolava uma sintonia surreal. Era definitivamente o boy dos sonhos... até que começaram os: "quem é esse que te segue no instagram?", "nossa, esse cara curte todas as suas fotos no face", "bloqueia esses caras aqui que não to com uma intuição boa", "aonde você vai com essa roupa?", "essa saia ta muito curta, estou vendo metade da sua bunda", "que foto é essa que você postou? homem nenhum aceita que sua mulher poste foto de biquini na praia", "você não tem mais idade para usar decotes"... e por ai vai. Logo eu - que sempre me achei desconstruída e inatingível - estava num relacionamento abusivo. Passei por situações inimagináveis que não convém citar aqui, não foi fácil. Sempre que eu tentava terminar, ele chorava, dizia estar morrendo e tendo um ataque cardíaco, que eu não poderia fazer isso com ele. Quando finalmente consegui terminar, ele saiu me difamando e me chamando de mau caráter e egoísta por ai. Fiquei chateada. Muito. Eu jamais fiz nada de errado com ele, quando terminamos tive uma conversa franca, disse que o ajudaria a achar um tratamento, um bom psicólogo e foi isso que eu ganhei em troca.

Mas tenho que reconhecer que o ciúmes surreal dele me ajudou no final das contas. Primeiro, por me mostrar que eu não devo nunca me relacionar com alguém assim e muito menos ser essa pessoa. E segundo a vontade dele que eu parasse de postar looks e stories no meu instagram era tão grande que ele foi o maior apoiador da empresa que eu estava criando, a Maison Dallan, minha marca de lingeries. Ele me ajudou muito, me ensinou a montar planejamentos financeiros, me motivou a não desistir diante das dificuldades e a colocar meu projeto em prática. Deu certo, mas esse assunto fica para depois.

Hoje eu só quero que vocês saibam que:
1. A vida não é fácil
2. As vezes fazemos escolhas erradas
3. Não hesite em terminar um relacionamento ruim (ou dois, rs) com medo de ficar sozinha
4. Se você esta num relacionamento abusivo corra! Por mais príncipe que o seu namorado pareça ser.

🐼


You Might Also Like

5 comentários

  1. Ai Fer, me indetifiquei taaanto. Só que no meu caso foi 1 relacionamento, que a única coisa que deixou em mim foi a depressao. Foi abusivo tbm e eu ainda não conseguia imaginar minha vida sem ele. Estou torcendo muuuito por vc Fer. Certeza que isso tudo veio pra ti da experiência e maturidade. ❤️❤️❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado mesmo Vany, mas não podemos deixar que um relacionamento ruim estrague nossas vidas sabe? Temos tanto para viver ainda! Não podemos imaginar nossa vida atrelada a uma pessoa para sempre, ainda mais uma pessoa assim, temos o mundo inteiro pra desbravar e pessoas novas pra conhecer ♥ 🐼

      Excluir
  2. Me indetifiquei taaanto. Mas tudo isso acontece por um motivo, pra ter experiência, maturidade. No futuro q gente vai ver o pq tínhamos que passar por isso.

    ResponderExcluir
  3. Meu deus, quanta coisa ein? Mas que a vida não é fácil a gente já sabe/imagina. Tu é uma pessoa forte demais por ter aguentado isso tudo que aconteceu contigo nesse tempo. Já é difícil passar por uma dessas, imagina todas elas juntas?! Se eu já tinha uma consideração por ti, uma imagem de ti, isso evoluiu muito depois de ler esse teu texto.
    Hoje é segunda, e espero que hoje e o resto da semana sejam dias maravilhosos, em que tu aproveite o máximo, faça coisas que goste, se divirta. Não deixe os problemas (que sempre irão existir) te derrubar ou te tirar o direito de ser feliz. Tu merece tudo de bom, e não esquece que as coisas ruins tem que sair para que coisas boas venham. É isso que aconteceu para ti, aproveita a nova fase solteirinha e bem sucedida, arrasa <3

    www.simonemagnus.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Si, nem me fale! Tudo isso é bem estressante mas estou tentando tirar o melhor de cada situação, obrigada pela mensagem linda ♥ 🐼

      Excluir

Deixe seu comentário ♥